Setuun tara.

Setuun dustaraan tara.

 

Atravesse as pontes.

Atravesse as pontes difíceis de serem atravessadas.

Assim ensina o Sama Veda.

 

São muitas as pontes que temos a atravessar na vida. Ao atravessar, vamos de um lado ao outro, de um lado para seu oposto. Algumas pontes são mais difíceis pois os hábitos são enraizados, os apegos são fortes.

 

A ponte mais importante é da mentira para a verdade, do falso para o verdadeiro. E, dizem os rshis, que para fazer isso temos que ter a ajuda do compromisso com a verdade -- satyena anrtam tara. Atravesse o falso com a verdade.

 

Essa é a principal ponte, pois nos finca no caminho da verdade.  Mas existem outras, como akrodhena krodham tara. Devemos ir além da raiva, uma reação tão comum quando as coisas não são do jeito que queríamos, que sonhamos. Como podemos ir além dela?

 

Diz a tradição, confirmado por Sri Krshna e o mestre Patanjali -- um dos segredos para lidar com qualquer dificuldade na mente é pratipaksha-bhavana. Devemos opor o que queremos mudar, com a atitude contrária.

 

E é exatamente isso que dizem os mestres do Sama Veda: akrodhena krodham tara.

Atravesse a raiva com a ausência da raiva.

 

Se temos dificuldade para doar, para fazer uma doação apropriada para uma boa causa, se temos apego demais, temos que exercitar doando, descobrindo o prazer por doar. Daanena adaanam tara. Atravesse a não doação com a doação, doando.

 

E se não conseguirmos confiar em alguém que merece nossa confiança pois não conseguimos aceitar suas dificuldades, sua humanidade, o jeito é tentar confiar, entendendo que ninguém é perfeito. Shraddhayaa ashraddhaam tara.

Atravesse a falta de confiança com a confiança.

 

Sem compromisso com a verdade nos apegamos ao falso, nos acostumamos com a palavra que significa pouco, achamos que o que nos for conveniente no momento será defendido por nós.

 

Em nossa vida, por fim, o que for a verdade terá que prevalecer porque é a verdade. A verdade vence. Seja laukika-satyam, uma verdade no mundo relativo; ou vaidika-satyam, a verdade revelada nos Vedas, a verdade absoluta.

 

As outras tantas pontes serão escolhidas e atravessadas por cada um de nós. O samsara é comparado ao vasto oceano, e para atravessa-lo a ponte terá que ser grande e solida. Essa ponte é feita de conhecimento. Que a ignorância de si mesmo possa ser atravessada com o conhecimento, e o samsara, a vida de altos e baixos, seja atravessado ao ser reconhecido como não real pois é a experiência da vida que de fato não limita quem sou, pois o que sou é sempre livre, apesar das experiências múltiplas e, por que não dizer, divertidas, de um eu que não é de fato quem sou.

Atravesse as pontes e descubra você mesmo.

 

Om tat sat

 

Gloria Arieira

 

 

 

Editorial 2017 - Março - Abril

Gloria Arieira

Rua Miguel Lemos, 44, sl 902 - Copacabana - Rio de Janeiro/RJ

Cep: 22071-001 | Brasil

Tel: +55 21 2287-2774 ou  98880-3256

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram