O Sucesso nos Vedas


Nossa vida é um constante relacionar-se. Estamos relacionados com a natureza, a terra, o sol, a lua, relacionados com diferentes pessoas e também com nosso corpo, nossos pensamentos e sentimentos. Na vida diária, relacionamentos é o que é mais importante. Muitas vezes o usamos com um jogo de poder, para controlar outros. Outras vezes é um campo para a experiência de amor e compaixão.

O ser humano é um ser intelectual, cognitivo, à medida que busca entender o mundo ao seu redor. Mas antes de ser cognitivo, é um ser emocional, pois antes mesmo de entender quem são as pessoas com as quais se relaciona, desde bebê, ele responde às situações, e as respostas que dá são nossas emoções. Somos um ser emocionalporque lidamos com o mundo, nos relacionando ao longo de nossas vidas com seus vários aspectos, como em situações familiares, sociais, profissionais.

Desde seu nascimento, o ser humano cresce fisicamente, independente de qualquer desejo ou esforço de sua parte. Há também um crescimento cognitivo, no desenvolvimento da capacidade de aprender. Algumas capacidades cognitivas aparecem naturalmente em idades diferentes, apesar de poderem ser estimuladas ou facilitadas. Podem também ser impedidas ou diminuídas por falta de educação ou disciplina. Mas para crescer emocionalmente é necessário conhecer a si mesmo como pessoa e interagir com os outros. Saber lidar com seus sentimentos e emoções. Aprender a discernir entre o que é certo e errado e optar adequadamente. Para isso precisamos conhecer nossos sentimentos e fazer escolhas por relacionamentos claros. Num relacionamento, interagindo com o outro em diversas situações, temos a oportunidade de perceber nossas emoções positivas e negativas e aprender sobre elas, para que possamos transformá-las quando necessário, e não reprimi-las. Aprendemos dentro de um relacionamento claro, seguro, onde há um compromisso de respeitar e honrar o outro, uma valorização do outro e do relacionamento. Aprendemos a comunicar o que sentimos e a ouvir o outro atenta e respeitosamente. Esta capacidade, que é desenvolvida com o tempo, é a maturidade emocional. Ela não vem naturalmente, mas é fruto da dedicação de cada um.

Uma vida de sucesso é aquela na qual há maturidade emocional para promover a paz, a harmonia e a compreensão entre as pessoas, pois a presença desses últimos é a indicação do sucesso. Com essa maturidade, sobra um espaço em nossa mente para a busca de nossa natureza essencial, livre de limitação, sempre plena.

Om tat sat

Gloria Arieira


21 visualizações

Rua Miguel Lemos, 44, sl 902 - Copacabana - Rio de Janeiro/RJ

Cep: 22071-001 | Brasil

Tel: +55 21 2287-2774 ou  98880-3256

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram